Facebook Curtir

Saiba quem foi Pietro Tabacchi

Segundo o sociólogo italiano Renzo Grosselli, a Expedição de Pietro Tabachi foi o primeiro caso de partida em massa de imigrantes da região norte da Itália para o Brasil - exatamente para Santa Cruz, no Espírito Santo. O episódio é o marco instituído para o Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil.

Pietro Tabacchi teria sido um comerciante e aventureiro originário de Trento, que deixou a Itália fugindo dos credores, após a falência dos seus negócios.

Estabelecido com a fazenda "Monte delle Palme", provavelmente desde 1851, em Santa Cruz, Tabacchi usou como pretexto para atrair imigrantes a idéia de que a produção de café no Espírito Santo teria um futuro certo na substituição da mão-de-obra escrava. 

O navio a vela La Sofia partiu do Porto de Gênova na tarde do dia 3 de janeiro de 1874 e chegou a Vitória 45 dias depois. A expedição de Tabacchi envolveu 388 lavradores, um capelão e um médico, além de um auxiliar chamado Pietro Casagrande. 

Conheça aqui a lista dos sobrenomes das famílias que vieram para o Brasil na Expedição Tabacchi

Menos de um mês após o desembarque, os colonos passaram a pleitear a rescisão do contrato com Tabacchi. Em vez das casas prometidas aos imigrantes, ele construiu um enorme galpão e obrigou-os a viver promiscuamente. Além disso, para alcançar a área agricultável, os trabalhadores tinham que enfrentar uma viagem de seis horas por estradas em condições precárias. Os colonos queriam ir embora para outras terras.

Tabacchi chegou a publicar anúncio num jornal de Vitória, em maio de 1874, ameaçando levar à Justiça quem contratasse os colonos que ele havia trazido da Itália. O que não impediu que gradativamente os imigrantes, com o apoio do governo, tomassem outro destino. Uns foram para Rio Novo, outros para Santa Leopoldina, alguns fundaram Santa Teresa e, finalmente, um pequeno grupo se deslocou para o Sul do país. Apenas 20 famílias decidiram continuar com Tabacchi.

Vislumbrando a falência do seu empreendimento, com prejuízos de grande monta (ele havia contraído dívidas para levar adiante o projeto de colonização), Tabacchi teve agravado o seu estado de saúde e morreu do coração em 1874. (Fonte: http://www.woydt.be/genealogie/g18/g18x/18xxtapi01.htm)



3 Comentários


  1. Geraldo Martin
    21 Fev 2017
    "Pietro Tabacchi, o primeiro, da esquerda para a direita Foto: Reprodução/Vitoria News." O CORRETO NESTA FOTO, O PRIMEIRO DA ESQUERDA PARA A DIREITA É EUGÊNIO POLONINI E NÃO PIETRO TABACCHI. EUGÊNIO POLONINI ERA MEU BISAVÔ.
  2. Cláudia
    21 Fev 2017
    Fizemos a correção na legenda. Obrigada.
  3. Everton Altmayer
    03 Jul 2017
    Prezados Senhores:

    Haja vista que Trento pertencia ao Império Austríaco em 1874 e que 98% dos imigrantes trazidos por Pietro Tabacchi eram originários do Tirol Meridional, território de língua italiana pertencente à Áustria desde 1363, acredito que seja necessário contextualizar no texto essa realidade histórica. Aquela que ficou conhecida como "Expedição Tabacchi" trouxe imigrantes austríacos de língua italiana, saídos de um território austríaco e que chegaram ao Brasil com documentos austríacos. Quando das confusões na Colônia Nova Trento, fundada por Tabacchi, os colonos solicitaram auxílio do consulado austríaco no Rio de Janeiro. Acredito que essas informações são importantes e poderiam constar no corpo do texto.
    Att.
    Everton Altmayer
    (www.tiroleses.com.br)

Seu comentário

  • Oriundi

    Giornalismo fatto con passione