Facebook Curtir

Volterra, na Toscana, uma das cidades mais antigas da Itália

Volterra é uma bonita cidade na província de Pisa, não muito longe de Florença e Siena, especialmente conhecida por suas origens etruscas, graças ao seu patrimônio arqueológico deste período. Situada no coração da Toscana, Volterra é considerada uma das cidades mais antigas da Itália, com três mil anos de história. 

Velathri, nome etrusco de Volterra, foi uma das 12 cidades mais importantes da civilização etrusca. No final do século IV a.C, foi concluída a construção da sua cinta murada, com 7.300 metros de comprimento, projetada para proteger não apenas o centro urbano da cidade, mas também suas fontes, os campos de cultivo e pastagens, muitas vezes sujeitos a ataques de nações estrangeiras.

Hoje, Volterra é um destino popular na Toscana, tanto pelos seus produtos tradicionais, quanto pelo seu patrimônio histórico e cultural. Além do período etrusco, construções históricas recontam a idade romana, medieval e renascentista.

O que fazer em Volterra

Além das marcas indeléveis do período etrusco, Volterra ainda hoje preserva o seu aspecto medieval. A atmosfera de uma antiga cidade da época comunal foi mantida graças ao relativo isolamento, o que limitou o desenvolvimento industrial e comercial local. 

A seguir, algumas das principais atrações a visitar na cidade.

# Piazza dei Priori e Palazzo dei Priori

O Palazzo dei Priori, na praça de mesmo nome, se encontra no centro histórico da cidade. O edifício comunal é considerado a mais antiga prefeitura em toda a Toscana, embora a sua  torre tenha sido reconstruída, após um terremoto, no século XIX. A sua construção teria sido iniciada em 1.208 e concluída em 1.257, segundo recorda a epigrafe na muralha do palácio. O edifício é parcialmente aberto ao público.

Horário de visitação ao público e preço dos ingressos aqui

# Duomo (Cattedrale di Santa Maria Assunta) e Battistero

Datada do ano 1.120, a catedral teve o seu interior bastante alterado no período renascentista (mais precisamente em 1584, após o Concílio de Trento). Isso explica a mistura de arquitetura românica (fachada) e renascentista, e particularmente a decoração interna com diferentes tipos de afrescos. 

O batistério, do século XIII, está localizado no lado oposto da catedral e tem uma base octogonal, com uma fachada decorada em mármore branco e verde escuro. É muito pequeno e simples, mas preserva em seu interior uma pia batismal de mármore, esculpida em 1502.

# Museo etrusco Guarnacci

O museu abriga centenas de urnas funerárias do período helenístico e arcaico, encontradas na região. É um tido como um dos mais antigos museus públicos na Europa, fundado em 1761.

Horário de visitação ao público e preço dos ingressos aqui

# Muralha estrusca e suas portas de acesso

Há seis portas de acesso à cidade ao longo das muralhas etruscas, com muitas seções que pertencem ao período compreendido entre os séculos XIII e XVI.  

A Porta dos Arcos é a mais antiga, construída no século V, e a única que restou praticamente intacta. A Porta San Francesco goza ainda de vestígios de seus afrescos originais, enquanto na Porta San Felice pode-se observar uma vista maravilhosa sobre a paisagem circundante. 

# Acropoli etrusca

A acrópole etrusca está localizada no topo da colina em uma das extremidades do parque próximo à Fortalezza Medicea, chamado Parque Enrico Fiumi. É uma área que inclui edifícios de várias épocas, desde a etrusca, romana e medieval, todos feitos para fins religiosos.

Horário de visitação ao público e preço dos ingressos aqui

# Fortezza Medicea 

Do alto onde se encontra, a enorme Fortaleza Medici parece controlar Volterra e a paisagem circundante. O imponente edifício, concebido para proteger a cidade, é claramente visível mesmo a quilômetros de distância. A fortaleza foi construída em 1474, exatamente dois anos após a conquista de Volterra por Florença.

Horário de visitação ao público e preço dos ingressos aqui

# Ecomuseo dell'Alabastro

Na visita pelas ruas de Volterra, você verá em quase todos os lugares, diferentes itens feitos de alabastro, tradição antiga da cidade originada do material precioso das pedreiras próximas, remanescentes ao tempo dos etruscos. 

O alabastro foi usado pelos etruscos para a fabricação de urnas, e, em seguida, tornar-se a matéria-prima de vários fabricantes tipos, tais como capitais, vasos e outros objetos artísticos de uso comum.

Volterra é chamada a cidade do alabastro, em vista de seus depósitos abundantes do mineral, considerado entre os mais valorizados na Europa pela sua compacidade, transparência, grão e dureza.

Horário de visitação ao público e preço dos ingressos aqui

Veja aqui todas as atrações disponíveis

Distâncias de Volterra em relação a cidades e aeroportos na Itália 

Firenze, 70 km
Siena, 47 km
Pisa, 63 km
San Gimignano, 29km
Genova, 217 km
Bologna, 166 km
Milano, 328 km
Torino, 386 km
Venezia, 311 km
Trieste, 435 km

Aeroporto internacional Leonardo da Vinci (FCO), 307Km
Aeroporto de Milano-Malpensa, 420 Km
Aeroporto Amerigo Vespucci (Firenze), 82,9 Km

Foto: Ufficio turistico di Volterra 
 



0 Comentários


Seu comentário

  • Oriundi

    Giornalismo fatto con passione