Facebook

Advogado trabalhista na Itália: como se tornar um, funções e habilidades

O advogado trabalhista na Itália é um profissional capacitado à defesa com uma especialização em disputas trabalhistas. Na prática, o profissional lida com controvérsias envolvendo funcionários ou ex-funcionários e empregadores, por exemplo, em ocasião de disputas comerciais ou oferecendo consultoria a empresas.

Principalmente, o advogado trabalhista intervém no caso de demissões, quando são ilegítimas ou discriminatórias, salários não pagos, discriminação de qualquer tipo, mobbing e recursos.

Em suma, as atividades a serem realizadas são tantas e o advogado do trabalho, mais do que outros, deve estar continuamente atualizado sobre as últimas mudanças regulatórias, já que o tema do direito do trabalho está entre os mais sujeitos a mudanças.

SAIBA COMO APRENDER A LINGUAGEM JURÍDICA ITALIANA NA ITÁLIA

Para se tornar um advogado trabalhista é necessário compromisso, dedicação e paixão pelo assunto, mas as satisfações podem ser muitas. Agora vamos ver como se tornar um advogado trabalhista e qual é sua área de especialização.

Como você se torna um advogado trabalhista? 

Percurso de estudos e formação.

Antes de adquirir uma especialização em disputas trabalhistas, aqueles que querem seguir essa carreira precisam se tornar advogados. Isso significa que será necessário obter um diploma de graduação em Direito (com uma tese, preferencialmente na Legislação Trabalhista), completar os 18 meses de prática legal e passar no exame de qualificação para a profissão jurídica que ocorre uma vez por ano. 

Claro, se você quer se tornar um advogado trabalhista, você precisa fazer o período de prática jurídica em um escritório que lida principalmente ou exclusivamente com disputas trabalhistas, a fim de adquirir o conhecimento e a experiência necessários.

VEJA AQUI COMO FUNCIONA O SISTEMA UNIVERSITÁRIO NA ITÁLIA

Advogado trabalhista: quando é necessário e o que faz

O advogado trabalhista é atua na resolução de disputas que surgem no local de trabalho, às vezes defendendo os interesses dos funcionários, às vezes os do empregador.

Na prática, o advogado trabalhista entra em jogo no caso de desacordos econômicos, descumprimento das regras corporativas de conduta ou disposições sobre a criação e o encerramento de relações de trabalho.

Então, o advogado trabalhista atua nas seguintes situações:

demissão;
demissões coletivas;
transferência de empresa;
contratos de trabalho;
segurança ocupacional e prevenção de acidentes;
trabalho autônomo e relações de agência;
contratação;
processos disciplinares e medidas disciplinares contestadas;
renúncia por justa causa;
rebaixamento e mobbing;
acidentes de trabalho;
trabalhar irregular;
reinvidicações trabalhistas.

Fonte: money.it