Facebook

Os 10 empregos mais bem pagos na Itália em 2019

Atualmente, na Itália, os empregos e locais mais cobiçados geralmente já estão saturados; no entanto, as estatísticas mostram que neste período de mudança e digitalização, além do trabalho consolidado do médico, do advogado e do arquiteto, que dificilmente encontrarão uma crise, há uma variedade de áreas em constante crescimento que podem oferecer novas oportunidades para as gerações mais jovens.

Veja, a seguir, o ranking dos empregos mais bem pagos na Itália atualizado com os dados de 2019, útil para entender em que direção o mercado de trabalho irá daqui para os próximos anos.

Nada de médicos, advogados, arquitetos, notários e magistrados, pois é sabido que, além de já estarem entre os empregos mais bem remunerados, eles também são atemporais; Abaixo listamos as profissões que não incluem caminhos longos e sinuosos, embora para muitos desses perfis sejam necessários entre 3 e 5 anos de experiência.

Os técnicos de informática e engenheiros continuam sendo bastante requisitados, mesmo que o digital tenha liberado muitos novos empregos remunerados, fortalecendo a importação e a exportação e lançando o fenômeno do comércio eletrônico.

10. Despachante internacional (Spedizioniere)

Um passo abaixo do gerente de e-commerce, ele gerencia as remessas de empresas para o exterior. Pelo menos o inglês perfeito é fundamental, mas outras línguas também são bem vindas. Para este papel, é importante conhecer as leis dos países onde as remessas são feitas e o maquinário. O salário é de cerca de 18.000 euros brutos por ano e pode subir dependendo da experiência adquirida.

9. Tradutor e intérprete

É necessário um alto nível de competência e não apenas nos idiomas habituais, como inglês, alemão e francês, mas especialmente russo, árabe e chinês. Os salários para este trabalho começam de baixo, mas podem chegar a valores superiores a 30 mil euros por ano brutos.

8. Gerente de comércio eletrônico (E-Commerce manager)

O gerente de e-commerce ganha cerca de € 20.000 bruto por ano no início para, então, atingir o dobro quando o conhecimento é adquirido.

7. Mobile Developer

O Mobile Developer é basicamente o desenvolvedor de "aplicativos", aquele que cria o software para dispositivos móveis que povoam nossos smartphones e tablets. 

O desenvolvedor tem um papel que está decolando na Itália e ainda não há treinamento adequado. Os requisitos são uma licenciatura em engenharia ou gestão de computadores e uma paixão significativa para o setor, juntamente com alguma experiência.

O salário varia de 20.000 euros por ano no início da carreira e depois 40.000, após um 5 anos de trabalho.

6. Engenheiros de energia e técnicos em informática

O engenheiro de energia é um profissional que cuida dos vários aspectos relacionados à produção e distribuição de energia. Aos técnicos da computação cabe projetar processadores, sites, aplicativos da Web, programas, sistemas e tudo o que gira em torno da Web e as diferentes tarefas focadas no digital. A ambos, o salário varia de 24.000 a 30.000 euros brutos por ano.

5. Gerente de vendas

O gerente de vendas ainda está entre os empregos mais bem pagos. De 20.000 euros por ano, no mínimo, até 27.000 e, em seguida, até 32.000. As habilidades são aquelas de saber administrar uma clientela, de qualquer serviço e de tentar adquirir novos possíveis clientes.

Para quem já realizou esse trabalho há pelo menos três anos, o salário pode chegar a até 35 mil euros por ano, sempre depende de qual empresa se trabalha.

4. Gerente de exportação

Um trabalho rentável que envolve a gestão dos clientes adquiridos pela empresa no mercado externo. É uma figura administrativa da qual dependem recursos e funcionários. A compensação é, portanto, alta, mas as responsabilidades também são altas. O salário é de 25 mil euros, até mais de 37 mil euros.

3. Oficial alfandegário

O funcionário aduaneiro controla embarques, transições alfandegárias e gerencia a papelada. É necessário conhecer as leis dos países onde as remessas são feitas, e possivelmente até algumas línguas além do inglês (perfeito): começa com 18 mil ou 23 mil euros anuais brutos, mas chega a mais de 30 mil, após os primeiros trinta e seis meses de trabalho.

2. Operador de importação-exportação

Trata da gestão e organização do transporte marítimo e terrestre, da gestão de contratos com transportadoras e da organização da documentação associada. O conhecimento das leis tributárias dos vários países em que se opera é fundamental. O salário com experiência que vai de zero a dezoito meses flutua entre 18 mil e 23 mil euros anuais brutos. O salário sobe para 24-30 mil para quem tem entre 18 e 36 meses de experiência e atinge mais de 30 mil euros brutos após 36 meses, ou seja, três anos.

1. Sales Controller

O responsável pelo controle de vendas ou gestão é responsável por analisar a contabilidade analítica, documentos, relatórios, desempenho financeiro e elaboração do relatório de gestão; com suas funções, ele apóia as várias funções da empresa. O salário é geralmente nos 40 mil euros que chegam a atingir 70 mil euros em grandes empresas.

Fonte: money.it