Facebook

Cinema italiano na UFRGS

O ciclo de cinema italiano na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS – apresenta, nesta sexta-feira (28), “Roma città aperta” (Drama, Itália, 98 min, 1945), de Roberto Rossellini. O filme será precedido de uma breve apresentação e seguido de um debate. A promoção é do Parla UFRGS – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Italiano. A coordenação do projeto é da pesquisadora Florence Carboni. A entrada é franca.

Serviço:

Data: 28/09 – sexta-feira
Local: Sala Redenção – Campus Central da UFRGS - Av. Paulo Gama, s/nº
Horário: 19h
Informações: (51) 3308-6697.

Sinopse

Roma, città aperta conta a história da resistência popular à ocupação da capital italiana pelo exército nazista, durante a Segunda Guerra Mundial, após a deposição e a fuga de Mussolini e a criação da República fascista de Saló, no norte da península.  Os acontecimentos são mostrados através das ações de alguns personagens emblemáticos: fundamentalmente, uma mulher do povo, viúva, e seu filho, um sacerdote, um engenheiro comunista.

Esse filme de Roberto Rossellini, realizado logo após a Segunda Guerra, numa Itália completamente destruída, com pouquíssimos recursos, é considerado um marco no cinema neorealista italiano, que contará a luta anti-fascista, mas também, e sobretudo, que denunciará os problemas sociais e políticas da Itália do pós-guerra, manifestando o engajamento de seus diretores na transformação da sociedade.

Nesse filme, que foi o primeiro da "trilogia da guerra", junto com Paisà e Germania, anno zero, pela primeira vez, a realidade é apresentada através do olhar do povo, com seus valores e sua ideologia. Com Roma città aperta, Rossellini inaugura igualmente uma nova técnica cinematográfica, com cenas filmadas fora dos estúdios e com atores não profissionais.



0 Comentários


Seu comentário