Cursos Italiano Jurídico 2018

Catedral de Nápoles: 700 anos de História

A grande Catedral de Nápoles foi idealizada pelo rei Carlo I d'Angiò que morreu, em 1285, antes que o intento fosse realizado. A construção do templo teve início em 1299, sob o reinado de seu filho Carlo II (1226-1309). A conclusão da obra ocorreu em 1314, durante o reinado de Roberto de Anjou.

O grande templo foi edificado incorporando estruturas do cristianismo primitivo que ali já se encontravam – a  Basilica di Santa Restituta e o Battistero di San Giovanni in Fonte, construções do período do imperador Constantino, século IV.

Reconstruída por conta de terremotos e redecorada ao longo dos séculos, a catedral apresenta uma série de diferentes estilos arquitetônicos: do gótico original ao barroco. 

A Catedral de Nápoles é composta por capelas que testemunham as várias passagens da arte e da arquitetura napolitana. As maiores capelas são: o Succorpo, o Tesouro de San Genaro e Santa Restituta.

Ao longo da Segunda Guerra Mundial, os bombardeios aliados danificaram as estruturas do edifício e, portanto, entre 1969 e 1972, restaurações estruturais foram realizadas. Durante as obras, vestígios arqueológicos romanos, gregos e medievais foram descobertos. Uma das restaurações mais recentes foi feita na capela Succorpo e permitiu a recuperação do teto de mármore do século XVI.

A capela do tesouro 

A capela do tesouro, em estilo barroco, tem a estátua de prata do busto de San Gennaro (que mantém a cabeça do santo) e outras 51 estátuas de prata. O tesouro é composto de várias doações de devotos ricos, entre os quais se destaca a mitra de prata com pedras preciosas doadas por Matteo Treglia; devido à sua grandiosidade, seus elementos são protegidos não só na capela, mas também no Museu Tesouro de San Gennaro e em uma câmera de segurança do Banco de Nápoles. 

Na capela, são encontradas cápsulas contendo o sangue do santo. Todo 19 de setembro , aniversário da morte do santo, o sangue é liquefeito, um milagre que atrai milhares de fiéis anualmente. Após a liquefação do sangue, a procissão ocorre pelas ruas de Nápoles, onde as cápsulas contendo o sangue do santo são levadas em um belo relicário de prata. Também o busto de prata de San Genaro acompanha as cápsulas durante a procissão.

Catedral de Nápoles

Endereço: Via Duomo, 147
Horário de abertura: 08h00 – 12h30 / 16h30 – 19h00

Transporte público: Metropolitana linha 1 (fermata Cavour), linha 2 (fermata Museo); ônibus linhas E1, R1, CS.

Duomo di Napoli o Duomo di San Gennaro

https://www.portanapoli.com/Ita/chiese/duomo_napoli.html

https://www.napoli-turistica.com/duomo-cattedrale-di-napoli/
 



0 Comentários


Seu comentário