Facebook

90ª edição da Festa de Nossa Senhora da Achiropita

A 90ª edição da festa de Nossa Senhora da Achiropita acontece no bairro do Bixiga, na cidade de São Paulo, nos finais de até dia 04 de setembro de 2016. O evento gastronômico deve receber cerca de 250 mil pessoas (20 mil por noite) dispostas a aproveitar o melhor da culinária, dança e música italiana.

Em torno de 30 barracas vão oferecer delícias como polenta fatias de pizza, fogazza e, claro, os irresistíveis doces típicos. Elas ficam instaladas nas ruas 13 de maio, São Vicente e Doutor Luiz
Barreto. 

Veja os horários aqui

A Procissão de Nossa Senhora Achiropita acontece no dia 21 de agosto, domingo, e tem a saída marcada em frente a igreja às 15h. 

A Cantina Madonna Achiropita, localizada na Rua 13 de maio, é um espaço a parte que vai além das barraquinhas de comida e conta com show ao vivo da banda Felice Itália. Para entrar, é preciso comprar o ingresso, valores variando de acordo com o dia (crianças pagam meia). Eles podem ser adquiridos na própria paróquia.

Confira os horários no site:

Os organizadores calculam que cerca de 12 mil fogazzas são consumidas todas as noites e que mais de 900 voluntários vão trabalhar durante o evento.

A homenagem à padroeira começou no início do século passado com a chegada dos primeiros
imigrantes italianos ao bairro do Bixiga. Todo o dinheiro arrecadado na festa será revertido para as obras sociais da Paróquia.

Nossa Senhora Achiropita

Como o título de Nossa Senhora Achiropita é tão diferente dos nomes conhecidos atribuídos à Mãe de Jesus Cristo, devemos explicar muitas vezes seu significado. Sempre o fazemos contando uma bonita história, que pertence à tradição do povo italiano, vindo da Calábria para o Brasil, no final do século XIX.

Eis a história:

No ano de 580 um certo capitão Maurício enfrentou uma grande tempestade em alto mar. Gritava por socorro a Nossa Senhora e prometeu que, se fosse salvo com sua tripulação, construiria um santuário em sua homenagem. Desviado pelos ventos, por milagre, conseguiu salvar-se e, na aldeia em que atracou, encontrou um monge que lhe disse: “Não foram os ventos que o trouxeram para este lugar. Foi Maria, para que lhe construa um santuário, quando o senhor for eleito imperador”. A profecia cumpriu-se e o santuário foi construído em Rossano - Calabro. Um artista da região iniciou uma pintura da imagem de Maria. Ocorria, no entanto, que tudo o que pintava durante o dia, desaparecia durante a noite. Assim, colocaram um vigilante para impedir a entrada de possíveis intrusos, que estivessem danificando a pintura.

Numa certa noite, uma formosa mulher, com uma criança no colo, pediu para entrar e rezar. Após insistir, obteve a permissão. Que mal poderia fazer aquela gentil senhora? 

Passaram longos minutos e a mulher não saía da igreja. Quando o vigilante entrou, viu a imagem da mulher e do menino estampada no lugar da pintura. Por esta razão o vigilante saiu gritando pelas ruas: Nossa Senhora Achiropita! Nossa Senhora Achiropita! (A-kirós-pita - não pintada por mãos humanas). 

Esta é a devoção Mariana que nossos irmãos italianos trouxeram para o Brasil e que nós veneramos como protetora e Mãe de nossa comunidade. Sua festa é celebrada no dia 15 de agosto, dia da Assunção de Nossa Senhora. No Brasil, só existe uma igreja dedicada a Nossa Senhora, com o título de Achiropita que se encontra em São Paulo no bairro da Bela Vista - Bixiga. Sua festa é a maior comemoração religiosa da cidade. Que a Mãe de Deus, Achiropita, nos proteja como filhos e cuide de nós com amor!