Facebook

Certificado B1 de língua italiana é obrigatório para Cidadania Italiana por Casamento

A apresentação de um certificado de língua italiana, em grau igual ou superior ao B1 (primeiro nível do intermediário), passou a fazer parte da lista de documentos obrigatórios para protocolar o pedido de cidadania italiana por casamento (naturalização).

A norma foi instituída pelo Decreto Salvini e prevalece desde dezembro passado, atingindo os cônjuges de cidadãos italianos, residentes na Itália e no exterior - inclusive aqueles cujos pedidos de cidadania foram protocolados antes da nova lei entrar em vigor. 

O nível B1, segundo os critérios do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR), deverá ser atestado através de um certificado emitido por uma instituição de ensino público ou igual reconhecida pelos ministérios de Educação e de Relações Exteriores da Itália.

O que é o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR)?

O Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR) é um padrão internacionalmente reconhecido para descrever a proficiência em um idioma. O QECR foi desenvolvido pelo Conselho da Europa, no âmbito do projeto “Políticas Linguísticas para uma Europa Multilingue e Multicultural” na constituição da cidadania europeia. 

O Quadro Europeu Comum de Referência (QECR) fornece uma base comum para a elaboração de programas de estudos de línguas, linhas de orientação curriculares, exames e manuais, na Europa. Descreve aquilo que os aprendizes de uma língua têm de aprender para serem considerados capazes na comunicação de um determinado idioma.

O QECR é dividido em seis níveis de referência (A1, A2, B1, B2, C1 e C2), que constituem os parâmetros para avaliar o nível de competência lingüística individual.

Como é o nível B1 da língua italiana necessário para o pedido de cidadania por casamento?

Em particular, o nível B1 prevê a capacidade de manter conversas simples sobre tópicos ligados ao trabalho, à escola e ao lazer, incluindo os principais elementos de um discurso. Também a competência para compreender os fundamentos da mensagem de uma transmissão de rádio e televisão sobre tópicos atuais ou tópicos de interesse pessoal ou profissional. Da mesma forma, a compreensão de textos relacionados ao cotidiano ou ao trabalho e a escrita de textos simples sobre temas conhecidos ou de interesse.

Segundo a Grade para a auto-avaliação da Tradução oficial portuguesa do Quadro Comum de Referência – Conselho da Europa, o nível B1 equivale aos seguintes atributos: 

Compreensão oral:

Sou capaz de compreender os pontos essenciais de uma sequência falada que incida sobre assuntos correntes do trabalho, da escola, dos tempos livres, etc. Sou capaz de compreender os pontos principais de muitos programas de rádio e televisão sobre temas actuais ou assuntos de interesse pessoal ou profissional, quando o débito da fala é relativamente lento e claro.

Leitura:

Sou capaz de compreender textos em que predomine uma linguagem corrente do dia-a-dia ou relacionada com o trabalho. Sou capaz de compreender descrições de acontecimentos, sentimentos e desejos, em cartas pessoais.

Interação oral:

Sou capaz de lidar com a maior parte das situações que podem surgir durante uma viagem a um local onde a língua é falada. Consigo entrar, sem preparação prévia, numa conversa sobre assuntos conhecidos, de interesse pessoal ou pertinentes para o dia-a-dia (por exemplo, família, passatempos, trabalho, viagens e assuntos da actualidade).

Produção oral:

Sou capaz de articular expressões de forma simples para descrever experiências e acontecimentos, sonhos, desejos e ambições. Sou capaz de explicar ou justificar opiniões e planos. Sou capaz
de contar uma história, de relatar o enredo de um livro ou de um filme e de descrever as minhas reações.

Escrever:

Sou capaz de escrever um texto articulado de forma simples sobre assuntos conhecidos ou de interesse pessoal. Sou capaz de escrever cartas pessoais para descrever experiências e impressões.

Domínio do vocabulário:

Mostra bom domínio do vocabulário elementar, mas ainda ocorrem erros graves quando exprime um pensamento mais complexo ou quando lida com assuntos ou situações que não lhe são familiares.

Tem vocabulário suficiente para se exprimir com a ajuda de circunlocuções sobre a maioria dos assuntos pertinentes para o seu quotidiano, tais como a família, os passatempos, os interesses, o trabalho, as viagens e a atualidade.



4 Comentários


  1. Lillian Maria Rocha Camargos
    30 Mar 2019
    E in quanto alla grammatica? Grazie
  2. ANNA MARIA RUGGIERI BERNINI
    18 Abr 2019
    Boa tarde,

    Gostaria de saber como posso obter o curriculo do curso B1 para estudar e posteriormente adquirir o certificado.

    Desde já agradeço sua resposta.

    Att.
  3. Gerson
    29 Abr 2019
    Li um outro comentário aqui mesmo que, dúzia que o cônjuge não precisava de falar ou escrever italiano, quando fora da Itália!!! Queria saber exatamente como o decreto Silvino foi aprovado!!!
  4. Miguel Arcanjo
    03 Jun 2019
    Gostaria de saber onde posso obter modelos das provas aplicada B1 lingua italiana, para proeficientia.

Seu comentário