Facebook

Livro sobre o Dialeto Trentino será lançado em Nova Trento

O livro “O dialeto trentino no Brasil" será lançado neste sábado, 12, às 19 horas, na Casa dei Nonni, em Nova Trento. De autoria dos professores Mário Bonatti e Everton Altmayer, o conteúdo da obra envolve análises históricas da imigração tirolesa no Brasil, estudos do dialeto trentino em Santa Teresa (ES), Piracicaba (SP), Rio dos Cedros e Nova Trento (SC). No último sábado, 5, o livro foi lançado em Treze Tílias, no Centro Cultural Dona Leopoldina.

A obra contém ainda textos escritos no dialeto trentino de Piracicaba (SP), Rio dos Cedros (SC), Rodeio (SC), Nova Trento (SC) e em talian (RS), vocabulários do dialeto trentino de Rio dos Cedros (SC) e de Piracicaba (SP) e documentos históricos sobre o Tirol e sobre a imigração.

Trata-se de uma obra inédita por juntar em um único livro a realidade linguística, histórica e cultural dos tiroleses da região trentina desde o Espírito Santo até o Rio Grande do Sul, dizem seus autores. Durante o lançamento será realizado um debate com pessoas da comunidade sobre o tema.

Já está confirmada a presença de membros da Academia de Letras de Nova Trento, historiador neotrentino Jonas Cadorin, entre outros estudiosos do tema, além de pessoas ligadas ao setor cultural de Nova Trento.

Sobre os autores

Mário Bonatti é catarinense, descendente de tiroleses, sacerdote salesiano de Dom Bosco, doutor em Letras, bacharel em Filosofia e Teologia, professor universitário de Linguística e Antropologia Cultural do Centro Universitário Salesiano de São Paulo, da Universidade de Coimbra e na Universidade Federal de Santa Catarina.

Escreveu quatro livros sobre o dialeto dos trentinos no Vale do Itajaí, com destaque para “Aculturação Linguística”, além de títulos de educação e pastoral cristã.

Everton Altmayer é paulista, descendente de tiroleses, com mestrado (USP/Fapesp) e doutorado (USP) sobre dialeto trentino da Colônia Tirolesa de Piracicaba (SP). Professor e pesquisador do dialeto trentino e da imigração tirolesa no Brasil.

Reside em Treze Tílias, em Santa Catarina, atuando junto ao Centro Cultural Dona Leopoldina, fundado em parceria com a Universidade de Innsbruck, Áustria. (Fonte: O Trentino http://otrentino.com.br/)

Debate sobre a Imigração Tirolesa e o dialeto trentino em SC e no Brasil