Facebook

Oriundi Trentino di Mattarello ganha prêmio nacional

O egresso do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim, Deloan Mattos Perini, trineto de Francesco Perini, neto de Leandro Perini, vencedor do prêmio Jovem Cientista do ano de 2015, ganhou mais um prêmio de nível nacional. Ele é o vencedor do 11º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, na categoria Jovem Arquiteto. O prêmio é concedido pela Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) e Perini concorreu com profissionais formados há até 10 anos. A escolha dos laureados levou em consideração a relevância e o impacto das realizações dos profissionais indicados nas diversas áreas de atuação profissional, através de ações, projetos ou obras inovadoras que beneficiam a sociedade brasileira.

Perini recebeu o prêmio pelo projeto "Centro Municipal de Agricultura Urbana para Erechim-RS", que é uma continuação do projeto “Modelo de agricultura urbana como inovação no processo de abastecimento de alimentos em cidades de pequeno porte”, com o qual venceu a 28ª edição do prêmio Jovem Cientista, em 2015, na categoria Estudante do Ensino Superior. Trata-se de um modelo inovador de agricultura urbana para promoção da segurança alimentar. Com base em diagnóstico urbanístico da cidade de Erechim, Deloan identificou 144 lotes com potencial de transformação em hortas urbanas. A partir disso, desenvolveu um modelo de agricultura de acordo com as necessidades do município. Segundo a pesquisa, a produção de alimentos dentro das cidades através da agricultura urbana apresenta-se como uma alternativa de aproximação entre os espaços de produção agrícola e os consumidores, contribuindo para a soberania alimentar, além de qualificar os espaços urbanos e promover melhoria na qualidade de vida.

Atualmente, Perini é funcionário público concursado da Prefeitura de Erechim, atuando na Secretaria de Obras Públicas e Habitação, no setor de Análise de Projetos, responsável pela aprovação dos projetos executados dentro do município.

Sobre a aplicabilidade do projeto na prática, Perini explica que, atualmente, está sendo planejada a sua inserção no município. “Para isso foi criado em 2015, através da parceria entre Prefeitura Municipal de Erechim e a UFFS, o projeto de Extensão 'Projeto Piloto de Agricultura Urbana para Erechim', sob orientação da professora da UFFS, Marcela Alvares Maciel. Como o projeto não possui verbas próprias, contamos com a colaboração de estudantes voluntários”.

Ao falar dos planos futuros, Deloan diz que pretende continuar trabalhando e pesquisando na área da Arquitetura e também na implantação do projeto de agricultura urbana em Erechim. “Acredito muito nesse projeto e todos os benefícios que trará para essa cidade que me acolheu. Para isso gostaria de contar com o apoio do poder público municipal, da UFFS e até mesmo da iniciativa privada para a obtenção de recursos, uma vez que a falta desses recursos tem sido um dos maiores desafios para o andamento do projeto no atual momento”, explica.

A relação de Perini com a Arquitetura iniciou em 2004 quando ingressou no curso técnico em edificações no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina. Em 2010 mudou-se de Florianópolis-SC para Erechim com o intuito de realizar o sonho de ser arquiteto. “Integrei a primeira turma de Arquitetura e Urbanismo da UFFS e sempre participei de atividades fora da sala de aula, como projetos de Extensão, monitorias, eventos e representações estudantis. Essa condição despertou um olhar crítico e multidisciplinar para as problemáticas que atingem nossas cidades”. O egresso também destaca a importância fundamental dos professores do curso, a quem ele descreve como “questionadores de muitos dos processos tradicionais de ensino e aprendizado, que se dedicam ao máximo para formar críticos sociais, agentes modificadores do espaço urbano, arquitetos”.

A entrega do prêmio será realizada no dia 17 de novembro, no Memorial Luiz Carlos Prestes, em Porto Alegre-RS, durante a cerimônia de abertura do 40º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas. Na ocasião, os vencedores das seis categorias – Setor Público, Setor Provado, Jovem Arquiteto, Homenagem Especial, In Memorian e Reconhecimento da Contribuição à Arquitetura e Urbanismo – receberão um troféu e um diploma relativo à premiação. (Matéria enviada pelo leitor Evanilto Perini - Trombudo Central-SC)