Facebook

Esculturas feitas de polenta são atração em Monte Belo do Sul

Engana-se quem pensa que a polenta serve apenas como alimento e base para o preparo de saborosos pratos típicos da culinária da Serra gaúcha. Em Monte Belo do Sul ela é, também, matéria-prima para a confecção de obras de arte.

Durante o tradicional ‘Polentaço’, cuja 10ª edição acontece neste final de seamana, dias 18 e 19 de maio, o município protagoniza uma exposição autêntica – considerada única no mundo – com esculturas feitas em polenta. 

Aberta de forma gratuita ao público, a mostra reúne os trabalhos criados pelos moradores da comunidade, grupos ou associações monte-belensese premia as melhores e mais originais esculturas. Quem participa da disputa precisa seguir critérios como o tamanho da base da escultura no tabuleiro, de no máximo 40x 50 cm. Outro quesito é a utilizaçãoda polenta: na composição deve prevalecer a iguaria à base de farinha de milho, mesmo que sejam incorporados outros elementos de apoio para dar sustento às criações.

Para eleger os vencedores desse exótico concurso, 15 jurados – entre autoridades, profissionais da imprensa e amantes da cultura italiana– avaliam quatro parâmetros: criatividade (ideia da obra e componentes utilizados para sua confecção); tema escolhido (relação com a cultura local);originalidade (presença da polenta e sua utilização na escultura); e trabalho (levando em conta os detalhes). Aos vencedores são entregues troféus personalizados: Cagliera D’Oro, Cagliera D’Argento e CaglieradiBronzo, representando o tradicional caldeirão utilizado, no passado, para fazer a polenta, e também para forjar o ouro, a prata e o bronze. Também recebe premiação a escultura destaque, com o troféu “CaglieraNera”, dedicado à obra que utilizar apenas polenta em sua estrutura. 

O processo de confecção das obras

Um trabalho que exige concentração e, principalmente, criatividade – é assim que Terciane Dal Castel, vencedora da categoria ‘CaglieraNera’na última edição do concurso, em 2017, define o processo de elaboração das esculturas. Moradora do interior de Monte Belo e representante da Comunidade Nossa Senhora de Caravággio, ajudou a conceber a obra premiada como destaque: um retrato da igreja de Nossa Senhora de Caravággio.

Foram esculpidas as aberturas da construção, como portas e janelas, e os detalhes sacros na parte externa – para deixar o mais próximo possível da realidade, sem perder a autenticidade característica das criações em polenta. 
“Cozinhamos a polenta no dia anterior, deixamos esfriar e, no dia seguinte, começamos a moldar a escultura”, conta. A confecção da obra leva, em média, um turno inteiro – sem contar o tempo de cozimento, o período necessário para assar parte da polenta na chapa e a equipe envolvida no processo. “É trabalhoso, mas com certeza vale muito a pena quando podemos ver o resultado”, destaca. 

Sobre o Polentaço

Além da exposição de esculturas, o 10º Polentaço terá atrações artísticas e gastronômicas nos dias 18 e 19 de maio, na Praça Padre José Ferlin, em Monte Belo do Sul.  Para encher os olhos – e a barriga – dos visitantes, um tombo de uma polenta gigante com mais de 800 quilos é um dos pontos altos da festa. A virada ocorrerá em duas ocasiões, no dia 18, às 17h15min, e no dia 19, às 14h. Ao redor da praça, vários empreendedores locais oferecem, em barraquinhas, diversas experiências da gastronomia típica regional – tendo, logicamente, a polenta como protagonista.

Outra atração, ao lado da mostra das obras em polenta, é a exposição fotográfica que envolveu escolas do município – na qual alunos do 5º ano à 3ª série do ensino médio da rede municipal foram convidados a fotografarem locais no interior e na sede da cidade e, assim, participarem de um concurso que elegerá as melhores imagens (a votação ocorre até o dia 10 de maio, na página ‘Visite Monte Belo’, no Facebook). Além das fotografias, desenhos feitos pelas crianças matriculadas entre o 1º e o 4º ano do ensino fundamental estarão expostos no local.

Chimias, pães, biscoitos, salame e queijo, entre outros produtos, também fazem parte da série de produtos à disposição dos visitantes – assim como os vinhos e espumantes locais, em evidência em virtude do Dia do Vinho Brasileiro. Os dois dias de festa são marcados, ainda, por diversas apresentações artísticas e musicais, valorizando a cultura local.

Serviço

O quê: 10º Polentaço
Quando: dias 18 e 19 de maio
Onde: Praça Padre José Ferlin, em Monte Belo do Sul
Quanto: entrada franca

Programação

18/05 – Sábado
12h: Apresentação Coral Municipal Musicando Melodias e Coral Infantojuvenil Alegria de Cantar
12h45: Apresentação do Grupo Acordes
13h45: Apresentação do Grupo de Danças Fabembalare
15h: Apresentação da Fanfarra Bersaglieri
16h: Abertura oficial
17h15: Tombo da Polenta Gigante
18h: Apresentação do Grupo de Danças Infantis PiccoliBalerini
19h: Show de humor com Felipe Pires
20h: Show de Adriana de Los Santos

19/05 – Domingo
10h às 12h: Programa La Nostra Gente (rádio Liberal FM)
12h: Apresentação de Amici Del Cantare
12h30: Apresentação da Banda Municipal de Monte Belo do Sul
13h: Show de danças com Grupo Ballo D’Italia
14h: Show com Grupo Vicentino
14h30: Tombo da Polenta Gigante
14h40: Show com Ragazzi Dei Monti
16h40: Premiações do Torneio de Bochas e Concurso Monte Belo, Nosso Lugar
17h: Show com banda Nova