FABIO PORTA CANDIDATO PD

Quanto ganham deputados e senadores na Itália em 2022

Atualmente, os deputados na Itália têm direito a um subsídio líquido de 5.000€ por mês, acrescido de uma diária de 3.503,11€ e um reembolso de despesas de mandato de 3.690€. A estes se somam 1.200 euros por ano para reembolsos telefônicos e de 3.323,70 até 3.995,10 euros trimestrais para transporte.

Já os senadores na Itália recebem um subsídio mensal bruto de 11.555 euros. Líquido, o valor é de € 5.304,89, mais uma diária de € 3.500 à qual se soma um reembolso de despesas de mandato de € 4.180 e € 1.650 por mês como reembolsos fixo entre telefones e transporte.

Fazendo um cálculo rápido e sem considerar quaisquer subsídios de função, os membros do Senado italiano ganham 14.634,89€ mensais contra 13.971,35€ recebidos pelos deputados.

Os deputados e senadores na Itália também têm direito a um subsídio de fim de mandato, que equivale a 80% do valor mensal bruto do subsídio multiplicado pelo número de anos de mandato efetivo.

Um estudo britânico sobre os salários dos parlamentares na Europa calculou que o custo de um parlamentar italiano é de cerca de 120.500 libras por ano. Praticamente o dobro do número de colegas britânicos que ganham £ 66.000, muito mais do que os de políticos alemães e franceses e até seis vezes mais do que os da Espanha. Fonte: Money.it